sábado, 20 de julho de 2013

Eu Li : I want you. Only you.


 

Eu prometi que iria te esquecer, lembro muito bem deste dia, eu estava olhando o céu como costumo fazer sempre que tenho um tempo para parar e ficar admirando-o, fiquei pensando naquele momento o que você estaria fazendo e se ainda pensava em mim. Comecei a lembrar da última vez que eu joguei todas as cartas na mesa e você não se pronunciou, deixou apenas um grande ponto de interrogação na minha cabeça. Este dia foi o pior dos dias pra mim, pela primeira vez pude sentir como é aquele buraco no peito que costumamos ler nos livros.

Foi neste momento que eu decidi que iria parar de pensar em você, que eu ia fazer de tudo para não lembrar de cada detalhe do tempo que tivemos juntos. Segundos depois eu estava novamente pensando em você. Como eu posso te esquecer? As lembranças vem e vão, por mais que eu queira, no final sempre acaba sendo tentativas falhas. Que droga! Eu não quero ficar vivendo com o seu fantasma, não quero desejar ter você aqui e não encontrar. Não quero ficar olhando tua fotografia e morrendo de vontade de saber como foi seu dia. Eu pensei que talvez eu precise de uma distração maior, tentei, não consegui. Deixei o tempo passar, afinal, sempre dizem que o tempo cura tudo… e nem ele deu conta do recado. Mais uma vez, droga!

Paro. E me pego realmente sem saída, sem um rumo. Não sei por onde começar, nem onde vou chegar se continuar assim. Os sentimentos começam a surgir, um amontoado de sentimentos que de tão grande faz doer o peito. Eu já tentei transformar você em poesia, em música, textos, já tentei fazer você virar pluma, e leve ir com o vento. Só pra ver se ia embora de vez, mas você acaba sendo a única inspiração para tudo o que venho fazendo até hoje.

Me pego olhando um ponto fixo inexistente no céu e sinto um “choque" nos meus pensamentos, como se alguma coisa dissesse “acorda para a realidade" mas pra falar a verdade, já que eu não consigo te esquecer, que pelo menos eu me afogue em meus pensamentos, que eu fuja da realidade alguns minutos se for a única maneira de ter você ao meu lado.

Autora :  
                 
 Giovanna (Gih), tem 21 anos e de Goiânia, diz ela que não vive sem fotografia, filme, chocolate, livros, e musica. E é admiradora da Lua. Ela e fofa e seus textos também.