sexta-feira, 28 de junho de 2013

Em Fusão


 

Ainda não sou aquela borboleta que tem as liberdades em sua asas. Que pode voar sem dar satisfação. Sou aquela lagarta, que se arrasta pelo chão, que se esforça para sair do seu lugar. Na verdade estou em uma fusão confusa, que me doe até a alma, que me muda a cada dia.
   Minha cabeça nunca vai mudar, ou melhor, minha opinião sobre bandas e livros, mais meu corpo e pensamentos sobre a vida vão mudar a cada dia. Meus pés irão caminha por chão do caminho que eu escolhi sem revoltas e reviravoltas, até que e bom, mas quando e causada pelo amor, mas nunca pela tristeza e solidão que já tenho. Só com o vento e a liberdade.
   Ainda não tenho  minhas asas mais com fé e responsabilidade vou seguir o melhor caminho.
   A diversão irá me tomar nos finais de semana. Mas nada que me perca.
    Na verdade " Só que ter uma amor sincero com sabor de fruta mordida ", e amigos que me amem.
Sei que a liberdade toma a cabeça, mais quem sabe minha cabeça já esta formada ?. Só quero ter influenças     boas. Então mal influencia sai pra lá.
    Mas só quero ser aquela borboleta. Sabe ainda estou no casulo. Com medo do mundo, das pessoas que a nela. Mas me deixa sair sozinha, na hora certa, tá ?. Pra aprender como viver nesse mundo maluco que  muda a cada dia.